post-title principais sistemas de Automação residencial 2011-11-10 23:47:56 yes no Publicado por: Categorias: Notícias

principais sistemas de Automação residencial

Os principais sistemas de Automação residencial são os seguintes:

  • Segurança: Alarmes, Monitoramento, Circuito Fechado de TV, Controle de Acesso;
  • Entretenimento: Home Theater, Audio e Video Distribuidos, TV por Assinatura;
  • Controle de Iluminação;
  • Home Office: Telefonia e Redes;
  • Ar Condicionado e Aquecimento;
  • Portas e cortinas automáticas;
  • Utilidades: bombas e limpeza de piscinas, controle de sauna, 
    irrigação automática. Aspiração central a vácuo;
  • Infraestrutura: Cabeamento Dedicado, Cabeamento Estruturado, Painéis, Quadros de Distribuição;
  • Controladores e Centrais de Automação;
  • Softwares de controle e integração ;

Atualmente, podemos definir três níveis de interação: 

Sistemas Autônomos, Integração de Sistemas, e a Residência Inteligente. 

Nos Sistemas Autônomos podemos ligar ou desligar um subsistema ou um dispositivo específico de acordo com um ajuste pré-definido. Porém, neste esquema, cada dispositivo ou subsistema é tratado independentemente, sem que dois dispositivos tenham relação um com o outro. 

A Integração de Sistemas é projetada para ter múltiplos subsistemas integrados a um único controlador. A limitação deste sistema está em que cada subsistema deve ainda funcionar unicamente na forma a qual o seu fabricante pretendia. Esta integração já permite uma ampla gama de benefícios aos usuários e lhe garante a máxima eficiência no aproveitamento dos recursos utilizados. 

Na Residência Inteligente o produto manufaturado pode ser personalizado para atender às necessidades do proprietário. O Integrador de Sistemas em conjunto com o proprietário delinearão instruções específicas para modificar o uso do produto. Assim, o sistema torna-se um gerenciador ao invés de apenas um controlador remoto. Os sistemas residenciais inteligentes dependem de comunicação de mão-dupla e feedback de status entre todos os subsistemas para um desempenho acurado. 

Para tomar vantagem da tecnologia mais recente, os proprietários têm uma expectativa maior quanto aos construtores fazerem as coisas de modo diferente do que antes faziam. 

Os construtores, de forma a participar deste lucrativo novo mercado, precisam educar a si próprios e treinar ou contratar indivíduos para atuar como Integradores e Instaladores de sistemas residenciais. 

A comunicação entre o construtor e/ou Integrador e Instaladores com os proprietários é a chave para o sucesso. 

Um bom projeto de Automação Residencial resulta numa interface amigável para o usuário final, que dele poderá obter variados benefícios, dos quais destacamos: 

  • economia
  • segurança
  • comodidade
  • conforto
  • entretenimento
  • confiabilidade
  • velocidade
  • interatividade

Fonte:AURESIDE – Associação Brasileira de Automação Residencial