post-title Camera flagra assalto em universidade 2011-07-30 14:39:35 yes no Posted by: Categories: Notícias

Camera flagra assalto em universidade

Após roubo a estudante, UFSC quer reforçar segurança em campus

Diretoria pediu à PM para fazer rondas no entorno da universidade.
Jovem de 23 anos teve o pescoço cortado e ação foi flagrada por câmera.

Glauco AraújoDo G1, em São Paulo

A diretoria de segurança da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) quer reforçar a proteção aos alunos da instituição no entorno do campus e pediu ajuda à Polícia Militar (PM) para fazer isso, nesta quinta-feira (7). A medida foi adotada após o assalto a uma jovem, de 23 anos, que foi abordada por um adolescente armado de canivete quando chegava para a aula, nesta terça-feira (5). O crime foi registrado por uma câmera de segurança e o infrator foi capturado por policiais cerca de três horas depois do crime.

“Temos um efetivo de 65 seguranças no nosso quadro de funcionários e outros 155 seguranças terceirizados que atuam em uma área de um milhão de m² deste campus em Trindade. O nosso trabalho é contínuo, nunca para e por isso reforçamos o pedido para a PM fazer rondas nas ruas que circundam o campus e até mesmo dentro da universidade”, disse Leandro Luiz de Oliveira, diretor de segurança da UFSC.

No momento do assalto, a estudante reagiu e sofreu um corte no pescoço. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Universitário, onde foi medicada e liberada. O agressor, de 17 anos, usou um canivete para render a vítima e foi preso na casa dos pais. Ele foi levado para a 6ª Delegacia de Polícia para a Mulher, Idoso e Adolescente da capital catarinense, onde permanece recolhido até a liberação de vaga em uma instituição específica para adolescente infrator.

Segundo a reitoria da UFSC, a jovem está bem e voltou ao campus com a mãe nesta quinta-feira. “Estamos em um período de fim de aulas, perto das férias e por isso a frequência de alunos é mais baixa Temos 40 mil alunos, sendo 25 mil apenas na graduação. Controlamos a circulação de 15 mil veículos”, disse Oliveira.

Ele informou que a universidade começou a usar câmeras de segurança em 2005. “Desde a instalação desses equipamentos, houve uma queda intensa de casos de crimes cometidos no campus. Em 2005 foram 32 furtos a veículos, em 2006 foram oito casos e em 2009 registramos apenas um caso. Prendemos 140 pessoas que estavam cometendo crimes no campus no período de 2008 a 2010. Nestes mesmos três anos, apreendemos 32 adolescentes. As câmeras e os sistemas de alarme no campus ajudam a coibir a ação de criminosos”, disse o diretor de segurança da UFSC.