post-title Você é a senha! 2008-04-03 11:35:24 yes no Publicado por: Categorias: Notícias

Você é a senha!

Parece ficção,mas é tecnologia!
É isso mesmo,em vez de digitar uma senha,ou passar o cartão magnético na catraca,você coloca o dedo em um leitor de impressões digitais para acessar sua conta no banco ou ter sua entrada permitida em areas restritas.
Esse recurso tecnológico ja faz parte do nosso cotidiano, pois é cada vez mais comum o uso dessa e de outras características biológicas nos processos de identificação.
Este tipo de tecnologia evita falsificações,pois determinadas características são únicas.,
Estamos na era da biometria, bio =vida, metria =medida, ou seja, estudo estatístico das características físicas ou comportamentais de uma pessoa.
As características são capturadas por tipos diferentes de sensores,softwares que as transformam e códigos e estes são armazenados em um banco de dados.
A identificação se da com a comparação das características da pessoa com o banco,se ela estiver cadastrada seu acesso sera permitido,se não estiver sera negado.
Além da identificação por impressão digital,presente em varias universidades, hospitais e escolas,existem outros tipos de identificações biométricas como:
Identificação pela retina ao olhar para um dispositivo,os vasos sanguíneos no fundo do olho sco “escaneados ” por um feixe de luz.O processo é um pouco demorado.
Identificação pela íris mais rapido que a leitura da retina,a image da íris “parte colorida do olho ” é transformada em códigos em 200 pontos diferentes, para serem comparadas com o banco de dados.
Por não se modificar com a idade,este tipo de identificação é bem segura.
Identificação pela voz ao mencionar uma palavra ou frase, o sistema reconhece o timbre de voz,mas se houver ruídos no local ou a pessoa estiver rouca o sistema não identifica a voz, por não conseguir compara-la com o banco de dados.
Identificação pela geometria da mão ao posicionar a mão em um painel,ocorre a medida da geometria,assim a pessoa é identificada por sua mão e uma senha.O inconveniente é que antes de colocar a mão é necessário digitar uma senha.
Identificação pela geometria das veias ao posicionar a palma da mão ou o dedo em um dispositivo com luz infravermelha eles são “escaneados ” e uma proteína presente no sangue absorve a luz,assim as veias aparecem escuras, possibilitando a analise e a comparação com o banco de dados.
Identificação pela arquitetura da orelha  posicionando a orelha com em um dispositivo,este registra a morfologia da orelha e a compara com o banco de dados.
Identificação por odores um sistema capta os odores expelidos pela palma da mão.
Esta tecnologia encontra-se em fase de testes.
Baseado nessas informações conclui-se que,em um futuro bem próximo, sera dispensado o uso de cartões magnéticos,senhas ou RG para identificar uma pessoa, sacar dinheiro no banco,ter o acesso permitido ao clube,` academia ou a escola.
A identificação sera feita por meio de partes do corpo humano e a senha passara a ser você!

Elaine Lima Silva
Professora de Biologia do Instituto Monitor

Parece ficção,mas é tecnologia!
É isso mesmo,em vez de digitar uma senha,ou passar o cartão magnético na catraca,você coloca o dedo em um leitor de impressões digitais para acessar sua conta no banco ou ter sua entrada permitida em areas restritas.
Esse recurso tecnológico ja faz parte do nosso cotidiano, pois é cada vez mais comum o uso dessa e de outras características biológicas nos processos de identificação.
Este tipo de tecnologia evita falsificações,pois determinadas características são únicas.,
Estamos na era da biometria, bio =vida, metria =medida, ou seja, estudo estatístico das características físicas ou comportamentais de uma pessoa.
As características são capturadas por tipos diferentes de sensores,softwares que as transformam e códigos e estes são armazenados em um banco de dados.
A identificação se da com a comparação das características da pessoa com o banco,se ela estiver cadastrada seu acesso sera permitido,se não estiver sera negado.
Além da identificação por impressão digital,presente em varias universidades, hospitais e escolas,existem outros tipos de identificações biométricas como:
Identificação pela retina ao olhar para um dispositivo,os vasos sanguíneos no fundo do olho sco “escaneados ” por um feixe de luz.O processo é um pouco demorado.
Identificação pela íris mais rapido que a leitura da retina,a image da íris “parte colorida do olho ” é transformada em códigos em 200 pontos diferentes, para serem comparadas com o banco de dados.
Por não se modificar com a idade,este tipo de identificação é bem segura.
Identificação pela voz ao mencionar uma palavra ou frase, o sistema reconhece o timbre de voz,mas se houver ruídos no local ou a pessoa estiver rouca o sistema não identifica a voz, por não conseguir compara-la com o banco de dados.
Identificação pela geometria da mão ao posicionar a mão em um painel,ocorre a medida da geometria,assim a pessoa é identificada por sua mão e uma senha.O inconveniente é que antes de colocar a mão é necessário digitar uma senha.
Identificação pela geometria das veias ao posicionar a palma da mão ou o dedo em um dispositivo com luz infravermelha eles são “escaneados ” e uma proteína presente no sangue absorve a luz,assim as veias aparecem escuras, possibilitando a analise e a comparação com o banco de dados.
Identificação pela arquitetura da orelha  posicionando a orelha com em um dispositivo,este registra a morfologia da orelha e a compara com o banco de dados.
Identificação por odores um sistema capta os odores expelidos pela palma da mão.
Esta tecnologia encontra-se em fase de testes.
Baseado nessas informações conclui-se que,em um futuro bem próximo, sera dispensado o uso de cartões magnéticos,senhas ou RG para identificar uma pessoa, sacar dinheiro no banco,ter o acesso permitido ao clube,` academia ou a escola.
A identificação sera feita por meio de partes do corpo humano e a senha passara a ser você!

Elaine Lima Silva
Professora de Biologia do Instituto Monitor