post-title O aspecto de segurança do trabalho que o varejo não pode ignorar 2018-12-26 11:35:08 yes no Publicado por: Categorias: Notícias

O aspecto de segurança do trabalho que o varejo não pode ignorar

O aspecto de segurança do trabalho que o varejo não pode ignorar

Geralmente, quando pensamos em segurança do trabalho, consideramos apenas aspectos ligados às suas normas reguladoras e medidas estipuladas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Porém, muitas vezes, questões como a segurança dos funcionários em situações de furtos e roubos são desconsideradas. Isso é um erro, já que a lei entende esses episódios como acidente de trabalho, o que torna a empresa responsável pelos danos materiais, físicos e psicológicos que o colaborador venha a sofrer.

Se você ainda não havia parado para pensar nessa questão, continue lendo. Separamos informações importantes para que você entenda melhor o assunto. Confira!

Como a ABNT pode ser benéfica para a sua empresa?

A ABNT NBR 18801:2010 relativa à segurança do trabalho tem um caráter prevencionista que visa se antecipar aos riscos que podem ocorrer no ambiente profissional.

Além dos equipamentos e acessórios necessários à proteção dos encarregados, como capacetes, luvas e uniformes adequados à higiene pessoal e ao atendimento ao cliente (no caso de profissionais que trabalham no ramo alimentício), é preciso ainda estar atento a outros quesitos que ultrapassam esses itens individuais.

Os principais pontos da ABNT da segurança do trabalho visam proteger o encarregado nos seguintes aspectos:

  • trajeto percorrido de casa para o trabalho ou vice-versa;
  • viagens a trabalho;
  • nos períodos de descanso e de satisfazer necessidades fisiológicas dentro do ambiente profissional;
  • contaminação acidental quando estiver executando uma tarefa ao qual foi encarregado, independentemente se dentro da empresa ou não.

Obviamente, se é preciso pensar na proteção do colaborador para além de itens individuais, então a segurança da empresa torna-se crucial. Lembre-se de que enquanto o profissional estiver sob o seu comando, a responsabilidade é sua sobre o que acontece com ele, podendo, inclusive, ter que responder legalmente caso ele venha a sofrer qualquer prejuízo no ambiente de trabalho.

Quais são os direitos do funcionário em casos de roubo ou furto?

Conforme adiantamos na introdução, se um roubo ou furto acontece na sua empresa e isso, de alguma forma, afeta a integridade do funcionário, ele poderá exigir ressarcimento na justiça dos danos morais, físicos ou psicológicos sofridos durante a ação.

E, como mencionamos, a empresa será a responsável pelo pagamento dessas compensações, bem como pela resolução das questões legais e emocionais relativas aos delitos.

Quando um roubo ou furto acontece na empresa, existem algumas recomendações legais que devem ser seguidas:

  • ligar para a polícia imediatamente a fim de que as autoridades competentes tomem conhecimento e averíguem o ocorrido;
  • realizar registro do boletim de ocorrência
  • em caso de assalto, você (empregador) deverá emitir um Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) até um dia útil após o episódio;
  • fazer um levantamento dos danos sofridos não só pela empresa, mas também por parte dos funcionários a fim de evitar qualquer negligência.

A partir desses procedimentos você age dentro da lei e consegue se resguardar dos demais problemas que podem surgir diante dessas adversidades.

Quais são as responsabilidades da empresa na segurança do trabalho?

Você agora deve ter entendido que as normas de segurança englobam quesitos diversos e que precisam ser pensadas globalmente. Afinal, não basta o funcionário estar bem equipado e usando a vestimenta adequada para a execução do seu trabalho se em outros aspectos, como a violência urbana, por exemplo, estiverem desamparados.

O impacto disso nos negócios pode ser dramático, pois, além de lidar com os prejuízos causados por furtos e roubos, será necessário ainda ressarcir o encarregado. Portanto, invista nos equipamentos e acessórios requeridos para a proteção da sua equipe, mas também pense em como protegerá a empresa para que os colaboradores não fiquem expostos aos riscos ocasionados pela ação de criminosos.

Desenvolvendo o sistema de segurança adequado à realidade do seu negócio você poderá ter essa atuação mais ampla e garantir a tranquilidade de desenvolver o seu trabalho sem tantas preocupações.

Pensando dessa forma abrangente você poderá colher os bons frutos de seguir as diretrizes da segurança do trabalho com um pensamento mais à frente. Então, tenha atenção a esses pontos para que tudo saia bem!

Como ter um bom sistema de segurança?

Quando pensamos em um sistema de segurança, a primeira coisa que vem à mente geralmente são as câmeras, não é? Porém, saiba que as opções não são apenas essas e que, até mesmo, o uso das câmeras pode ser aprimorado com diversas formas de monitoramento capazes de aumentar a proteção do seu negócio.

Entre as principais estratégias de segurança, podemos citar:

  • o envolvimento humano nos procedimentos de segurança, agindo corretamente pela proteção patrimonial e pelo uso adequado dos dispositivos;
  • câmeras instaladas em pontos estratégicos da empresa, formando um Circuito Fechado de Televisão (CFTV) eficiente;
  • contratação de vigias e profissionais de segurança para reforçar todo o investimento feito em equipamentos protetivos;
  • uso das tecnologias disponíveis para acessar remotamente o CFTV e agir com maior agilidade em situações diversas.

Conforme dissemos no início deste tópico, o seu negócio não precisa estar focado somente nas usuais câmeras em termos de equipamentos de segurança. Algumas outras opções disponíveis no mercado são:

  • sensor infravermelho facilmente instalável e extremamente eficaz na captação de movimentos fortuitos no recinto;
  • portas com travas programadas para que só pessoas com acesso ao código possam liberá-las;
  • barras de luz de segurança que também detectam movimentos suspeitos e acionam travas e alarmes.

Se você pensava que as medidas de proteção para a sua empresa estavam limitadas apenas às filmagens, agora sabe que pode ir muito além nesse quesito.

Inclusive, um bom sistema de segurança deve combinar esses diferentes elementos a fim de criar um ambiente realmente seguro para a empresa e as pessoas que trabalham nela. Não subestime a importância disso!

Com as informações dispostas aqui você já deve estar com uma boa ideia do que fazer para melhorar a proteção da sua empresa, então, reveja bem cada ponto abordado a fim de tirar máximo proveito do que apresentamos.

Se você gostou de saber sobre esse aspecto da segurança do trabalho que não deve ser ignorado, aproveite para compartilhar as informações nas redes sociais. Muitos empreendedores ainda podem não estar cientes da importância de tudo o que dissemos neste post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *